Posts recentes...clique...navegue...explore!

30.1.16

Entre amores II


Há amores estéticos
Só entram pelos olhos

Há amores hipotéticos
Na teoria seriam ótimos

Há amores desagradáveis
Entram inteiros e saem aos pedaços

Há amores que são memoráveis
Bagagens de viagens

Há amores que são carências
Meras bobagens

Há amores que nos tornam melhores e maiores

Há amores que só existiram para melhorar a nossa playlist

Há amores que só aparecem para lembrar que o amor existe

Há amores que nos embaçam
Há amores que nos bastam e acabam
Há amores que são apenas ensaios

Mas se há amores
Há sabores, cores e flores
Vitalidades...


2016


29.1.16

Plenitude



Quando você conquista a liberdade de pensar, sentir, refletir, intuir, consentir,  ir, vir, voltar, desapegar, mudar, vivenciar, ver, perceber, querer, ser...

Quando você encara desejos, medos, aprendizados, planos, equívocos, afinidades, felicidades, dificuldades, cumplicidades, intimidades, proximidades, paixões, arrependimentos, ilusões, opiniões, apegos, diferenças, faltas, fantasias, falhas, sentimentos...

Quando você assume exatamente quem você é, tão claramente que não é capaz de confundir ninguém, nem você mesmo...

Quando você consegue se lançar inteiro nas oportunidades, nas chances, nas surpresas, nas descobertas e no desconhecido...

Quando você honra nome, dna, espermatozóide, óvulo, espírito e sopro...

Você vicia nisso.

Nunca mais aceita ser menos, se encolher, se retrair, se despedaçar para caber em qualquer coisa ou situação que não te suporte...

Se dá conta de que o maior prazer está em seguir sendo você.

Simples assim.


2016

26.1.16

Machado


Desbrava
Explora
Ergue
Conquista
Constrói
Começa
Corta
Derruba
Machuca
Estraga
Devasta
Destrói
Acaba

É inevitável
É a sua natureza...



2016

23.1.16

Matemáticas


Quando nada é tudo o que você tem e tudo o que pode, deve e quer fazer
É porque zerou e zeros são sempre precisos e irrefutáveis.
E a matemática que andava incompreensível
Ora dando resultados positivos, ora negativos
Segue sua natureza e se torna exata.

2016

19.1.16

Ar fresco...


O sorriso de lado, as respiradas, a cabeça que balança comentando o pensamento
O humor que brota o tempo todo, divertido, calmo, agridoce
As frases sempre curtas, econômicas, certeiras
E as palavras extras, que chegam sempre depois das despedidas
Essas que mais me interessam e que sempre nos confirmam
O tempo bom entre os silêncios e as respostas, sem tempestades e sem calmarias, que sempre representam uma dor que partiu.

Não, não estamos no mesmo lugar e nem indo para um lugar comum
Mas estamos no mesmo lugar de sempre e isso é reconfortante
Bem que tentei ir para outras paradas, ver outras paisagens
Mas não caminhei muito, fui forçada a olhar pra trás, olhei e voltei
Estou aqui ainda, você agora já sabe, de novo.

Não, não estamos no mesmo lugar e nem indo para um lugar comum
Mas sabemos quem somos, de onde viemos e que pertencemos a nós mesmos, fielmente
E é isso que nos aproxima, nos une, nos deixa aqui, no mesmo lugar
Naquele início que nunca acontece e nunca acaba.


2016


18.1.16

Calmaria


E é quando o sol ofusca seus olhos
E você se queima, fica suado, exausto, se esgota

E é quando as ondas te sacodem
E você perde o fôlego, fica com medo, se engasga

E é quando a areia te cansa
E você se arrasta, fica arranhado, se machuca

É que você para, respira, se aquieta, olha em volta
E percebe que o melhor lugar para estar

É exatamente na paz de antes...


2016

15.1.16

Uma certa prece



Se tiver que apostar, diga que não gosta de jogar
Se tiver que pagar pra ver, diga que não costuma blefar
Se tiver que experimentar, diga que já gosta pra valer
Se tiver que se envolver, diga que não é com você
Se tiver que ser coerente, diga que confusões acontecem
Se tiver que confirmar, diga que certezas não existem
Se tiver que dizer sim, diga talvez, quem sabe, vamos ver
Se tiver que ficar, diga que não pode se estender
Se tiver que insistir, diga que não se comprometeu
Se tiver que explicar, diga que nem você entendeu

Mas se tiver que rezar, reze!
Ou não se ajoelhe.


2016

9.1.16

Sparkle


Algumas vezes o brilho se for muito intenso ao invés de iluminar, ofusca, distorce, e perde o seu melhor caráter que é o de dar um toque de magia ao redor.

Talvez o equilíbrio esteja no movimento natural das luzes e sombras, com apenas um cintilar brilhante de quando em vez para dar mais vida e cor ao que é real.

2016

8.1.16

Perspectiva


Viver pode ter inúmeras definições biológicas, físicas, existenciais, filosóficas, poéticas, fantasiosas e até surreais. Mas definitivamente 'estar com a mente, o coração, os sentidos e as possibilidades abertas' é uma das melhores.



2016

4.1.16

Conjugar


Amo...

Encontrar Começar Escrever Conversar Dizer Revelar Descobrir Ser Encantar Surpreender Instigar Esconder Mostrar Saber Conhecer Estimular Entender Curtir Brincar Provocar Rir Desafiar Gargalhar Conquistar Pensar Concordar Sacar Sorrir Ouvir Falar Calar Encarar Sentir Trocar Ficar Querer Procurar Discordar Estranhar Expressar Questionar Tentar Insistir Esclarecer Resolver Aceitar Aprender Harmonizar Mudar Esquecer Lembrar Acreditar Fluir Envolver Incluir Gostar Planejar Agendar Cumprir Ver Estar Beber Acariciar Aproximar Entrelaçar Vivenciar Desejar Olhar Beijar Tocar Cheirar Experimentar Puxar Sussurrar Encostar Estremecer Apertar Encolher Esfregar Permitir Expandir Roçar Abrir Dar Entrar Sair Lamber Morder Suspirar Arrastar Contrair Mexer Virar Abraçar Aquecer Gemer Descer Tomar Molhar Chupar Subir Sentar Receber Empinar Rebolar Prender Soltar Alcançar Gozar Respirar, Relaxar Descansar Aconchegar Dormir Amar 

E repetir Com você.

2016