Posts recentes...clique...navegue...explore!

3.8.13

Tango Flamenco.


E aqui estou eu,
na terra de outros,
expatriada,
buscando em outras margens
um sentido para um inconcluído poema.

Depois de milhas e milhas
de singularidades estrangeiras,
outros sorrisos,
outros homens,
outras gentilezas,
estou aqui pensando nele
como no exato momento em que parti.

São pensamentos flamencos,
cortados por um lamento doído
que nascem na fonte do que se foi,
do que nunca foi,
do que não será,
do que não está aqui.




2013