Posts recentes...clique...navegue...explore!

18.9.18

Lado B



Ele atiçou a paixão nela
A fez vestir-se com robe de cetim
Saltos altos, lingerie, brincos importantes
Nas mãos uma taça de vinho bom marcada de batom
Recebia sempre mensagens com promessas interessantes
Mas ela avistava apenas navios vazios da sacada da janela
Sem ela passeando no convés de maiô com chapéus de abas largas

Os dias passaram e ela meteu-se de novo em um confortável moleton
Limpou o makeup, soltou os cabelos e foi ver séries na Netflix
E as mensagens continuaram com promessas agora sem chances
Nas mãos um café quente com torradas em uma xícara alva
Pés descalços, calcinha antiga de malha, sem adornos
Despida do menor anseio ou de expectativas
Ele atiçou a simpatia dela


2018

4.9.18

Casta!



Acalmada, acatando calada
Sem evocar ninguém
Sem provocar nada
Sem me mexer
Sem roupas
Sem você
Casta!

Até que se prove o contrário...

Amém.




2018

2.9.18

Vidas veladas



Assisto coisas desacontecerem
Vontades padecerem até morrerem
Sentimentos crescerem e implodirem
Caminhos e perspectivas se perderem

Vejo coisas debaixo dos panos
Eclipsadas sob espessas neblinas
Reveladas pelo vento nas cortinas
Escancaradas em portas entreabertas

Escolhas de vidas higienizadas
Embaladas em versões convenientes
Onde o melhor é permanecer no lugar
Onde o maior gasto de energia e emoção
É para conservar exatamente tudo como está

Tudo deve permanecer limpo e sem arranhões
Nada de riscos, mudanças e imprevistos
Como um brinquedo desejado e caro
Que algumas crianças ganham
Mas que quase não tocam
Para não "estragar"


2018